TÉCNICA DE FORTALECIMENTO DO CONTEÚDO ESTUDADO

A “Memória Operacional” é a memória que armazena/processa informações necessárias ao desempenho de uma tarefa do cotidiano que requer a consciência, como por exemplo realizar a leitura de um texto. Ao ser filtrada pela memória sensorial, a informação migra para a consciência por meio do sistema de repetição conforme a relevância do tema. A conservação dos dados ocorre com a ativação de registros, ou seja, a retomada dos conhecimentos prévios que já estão armazenados no cérebro e sua contextualização com a nova informação aprendida. Eis uma técnica simples, que pode ser praticada diariamente e, em poucos dias, é perceptível a mudança de assimilação de conteúdos estudados:

  1. Escolha palavras-chave no texto baseadas na memória sensorial;
  2. Contextualize as palavras-chave com outros conhecimentos armazenados em seu cérebro.
  3. Prepare uma aula mental com essa palavras-chave e ensine a alguém o conteúdo;

Ou seja, escolha, contextualize e ensine! Bons estudos!


Técnica de memória: anotações poderosas no ato de estudar.

– antes de realizar anotações, sempre leia sobre o tema a ser anotado, pois terá maior eficiência evitando, assim, anotar o que já sabe.

– a complexidade e o domínio do assunto serão diretamente proporcionais à quantidade de anotações, ou seja, para textos ou aulas com temáticas simples e de fácil entendimento, anote apenas os dados que ainda não estejam tão solidificados em sua memória.

– suas anotações servirão para as contínuas revisões sobre o assunto, porém no momento em que já houver o completo domínio do conteúdo, pode se desfazer delas. Não se preocupe com a síndrome do membro fantasma! Seu verdadeiro membro é o cérebro, a anotação ajuda apenas a aprimorá-lo!

Portanto, estude antes de anotar, anote apenas o necessário e revise suas anotações até o dia em que o conhecimento estiver completamente formado.